Em pauta Política Últimas Notícias

Roni foi cirúrgico e mostrou que a Câmara é a casa do povo e não da “mãe joana”

Foto: Assessoria Câmara
O presidente da Câmara de Vereadores, Roni Magnani (SD), lamentou o fato de ter sido obrigado a barrar pessoas na entrada do Legislativo na sessão de quarta-feira (1) da Câmara de Vereadores.
 
O parlamentar explicou que não tinha alternativa, a não ser barrar as pessoas que não estavam com o cartão de vacina, o chamado Passaporte da Vacina. “Temos um decreto em vigor, aqui é a Casa de Leis, portanto não posso permitir, infelizmente, tem essa situação, neste momento”, disse o presidente da Câmara.
 
Um grupo de pessoas, sem o cartão de vacina, tentou entrar na Câmara, sem carteira de vacinação, desrespeitando o Decreto Municipal em vigor.
 
Por outro lado, o vereador explicou que, em nenhum momento, a Câmara tem se furtado a discutir essa situação. “A Câmara está aqui para mediar essa situação”, disse o vereador.
 
Roni, destacou que como houve judicialização da questão, do decreto. “Isso acabou , de certa forma, atrapalhando”, disse.
 
 
 
Com assessoria Câmara Rondonópolis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *