Destaque Últimas Notícias

Depois 10 anos e muito dinheiro investido Parque do Escondidinho deve ser inaugurado

Foto: kauê Pires/Prefeitura Rondonópolis

O trabalho segue intenso na construção do Parque Ecológico do Escondidinho, que a cada dia vem ganhando a forma. Uma das principais atrações do futuro parque, o mirante de madeira, por exemplo, está sendo finalizado pela construtora responsável pela obra projetada pela Prefeitura de Rondonópolis para promover a melhoraria da qualidade de vida dos moradores da região Salmen, com um espaço que integrará lazer, bem-estar e proteção ambiental. O montante investido no local será de mais de R$ 5 milhões, obtidos por meio de convênio com Ministério do Turismo, via Caixa Econômica Federal (CEF).

“As obras estão evoluindo bem e o parque está ganhando forma. O mirante está praticamente pronto, faltando basicamente o serviço de acabamento, como a pintura entre outros, que devem ser finalizados nas próximas semanas”, prevê o coordenador de engenharia da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra), Paulo Roberto Vicente.

Concebido para ser uma área de preservação ambiental e de lazer, o espaço, localizado às margens do córrego Escondidinho, contará com jardinagem, mesas e bancos, pistas de caminhada, quiosques, quadras poliesportivas, pista de skate, campo de areia, bosque, mirante, entre outros. O projeto também contempla a reurbanização do entorno do parque.

“Além de finalizar o mirante, equipes da construtora responsável pela obra estão também trabalhando para concluir as calçadas, a pista de skate e também já foi dado início na parte do madeiramento da cobertura do prédio da administração e dos quiosques”, citou Paulo, observando que a pavimentação de 500 metros da rua que dá acesso ao local também já está concluída.

Paulo avaliou que pela evolução que vem tendo é possível que o equipamento seja entregue à população até o final deste ano. Com a obra estimada em R$ 5.290.680,33, o parque faz parte do pacote de medidas adotadas pela administração municipal com o objetivo de promover o embelezamento da cidade e proporcionar espaços de lazer, contemplação ambiental e esportes para a população de Rondonópolis.

Iniciada em 2009, a obra foi paralisada em 2012 e retomada pela atual gestão em meados do ano passado, dentro da proposta de criar opções de lazer para que a população da grande região Salmen, que engloba bairros como Pedra 90, Vila Olinda, Parque Universitário, Jardim Ana Carla, Parque Universitário, Rui Barbosa entre outros, possa buscar ter melhor qualidade de vida.

Espaços de Lazer

Dentro do plano de criar novos espaços coletivos de recreação, o município também está trabalhando na construção dos Parque das Mangueiras, Parque Encontro das Águas Lamartine da Nóbrega e do Parque Natural Municipal de Rondonópolis, localizado na Vila Goulart, dentro de uma área de 146 hectares, que margeia o Rio Vermelho.

O Parque Natural Municipal de Rondonópolis será um dos maiores parques urbanos do país. O processo licitatório está em andamento para escolha e contratação da empresa, que irá executar as obras de construção dos equipamentos de lazer.

 

 

 

 

 

 

 

 

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *