Cidades Destaque Últimas Notícias

Concessionária assume aeroporto de Rondonópolis em 40 dias

Assessoria

Foi assinado na quarta-feira (4) o contrato de concessão do Aeroporto Maestro Marinho Franco e o consórcio Aeroeste terá um prazo de 40 dias para assumir definitivamente a administração que atualmente é municipal. O aeroporto de Rondonópolis foi concedido em abril junto com os aeroportos de Cuiabá, Sinop e Alta Floresta durante leilão em São Paulo (SP).

Segundo o secretário municipal de Transporte e Trânsito, Rodrigo Metello, durante o período de transição, a Prefeitura irá atuar no aeroporto juntamente com a empresa. Serão mantidos os servidores municipais para que contribuam em informações necessárias, bem como prestem assistência operacional no que a empresa precisar. Depois dos 40 dias, a concessionária assume a administração.

O aeroporto de Rondonópolis conta com a movimentação de cerca de 70 mil passageiros por mês com voos operados pela Azul Linhas Aéreas para Campinas (SP) e da companhia Asta, para Cuiabá.

De acordo com informações do governo federal, o consórcio Aeroeste deve concluir o repasse do Plano de Transição Operacional (PTO), do Plano de Exploração Aeroportuária (PEA) e do Plano de Gestão de Infraestrutura (PGI), que serão avaliados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para a posterior homologação da concessionária como nova administradora dos aeroportos de Cuiabá, Rondonópolis, Sinop e Alta Floresta.

O aeroporto Marechal Rondon e os regionais de Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta foram adquiridos pelo consórcio Aeroeste durante leilão, realizado em abril, na B3, a Bolsa de Valores de São Paulo. O chamado Bloco Centro-Oeste foi arrematado por R$ 40 milhões para uma concessão de 30 anos, com ágio de 4.739% em relação ao lance mínimo inicial de R$ 800 mil.

 

 

 

 

 

 

 

 

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *